domingo, 19 de setembro de 2010

O Riscas - de Sónia Borges


PARA VER, COMPRAR, LER, E GUARDAR COM MUITO CARINHO

Quase a ser lançado está o livro “O Riscas”, da colecção “oito por um cordel”, da editora Trinta por uma linha; que foi maravilhosamente escrito e ilustrado pela menina Sónia Borges.



A história fala-nos sobre o Riscas, um rapaz que pode ser a representação de todos aqueles que como ele têm vontade de gritar, mas, cujo medo os leva a carregar esse grito para longe.


Como tudo na vida, enquanto estamos vivos, por mais que até o não desejássemos muitas vezes, os dias e os acontecimentos empurram-nos para a frente, fazem-nos avançar na procura e na busca… é o que o Riscas nos ensina, sim, ele ensina-nos, ensina-nos a não parar mesmo quando o cansaço nos devora, e ensina-nos até a jogar, se for necessário. E porque todas as “viagens” são uma derradeira busca de algo, no caso desta história em particular, o Riscas procurava uma “âncora” que o “amarrasse” a um porto seguro, procura aquilo que todos procuram, um amor verdadeiro e tão puro que na sua imensidão sufocasse todos os seus gritos interiores…


Não bastando o belo texto da Sónia, ela presenteia-nos ainda com umas ilustrações lindas, cheias de cor e sentimento; a prova disso é o inicio a preto e branco, que rapidamente se transforma num alastrar de cor a cada página que passa; como se a cor fosse um presságio daquilo em que a próxima cena se vai transformar. É como se as cores fossem sensações que a pouco e pouco vão explodindo e invadindo o nosso espaço visual. Para além disso, a escolha das canetas, como meio primordial de realização das ilustrações, confere-lhes uma textura ímpar. Até aqueles que não gostam de ler, não deixaram certamente, de reparar neste pequeno-grande livro, pois mais do que falar com palavras, ele fala-nos com imagens.
Como dizia eu no título, O Riscas é um livro para ver, para comprar, para ler e rever num sítio mágico, e por fim, para guardar com muito carinho. Que posso eu dizer-vos mais sobre este livro, talvez que depois de o ter devorado em poucos minutos, que gostava que ele tivesse mais páginas para eu saborear.
Enquanto O Riscas não chega às bancas, deixo-vos algumas imagens do seu interior, para irem matando a curiosidade.

1 comentário:

  1. Linda primaça e lindas palavras que só podem sair, tal como os teus traços, desse coração lindo que tens. Parabéns e força. Este é o primeiro dia do resto da tua vida, como diria Sérgio Godinho.
    O teu primo GDB

    ResponderEliminar