segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A chuva salgada que habita dentro de mim, passa a vida a remar contra um vento sem fim


Sem comentários:

Enviar um comentário