quarta-feira, 10 de junho de 2015

CAMÕES sem Collants



Grandiosas saudações.

Este ano o Camões acabou sem collants… é no que dá passar a vida a declamar versos de amor a todas as mulheres que vê… alguém não gostou da façanha e confiscou-lhe os collants enquanto ele estava desprevenido. 

Terá sido a Musa A por ciúmes?!!!
A Musa C por malvadez?!
Ou a Musa Y para ficar com uma recordação?!?!

Vá-se lá saber qual terá sido a Musa que “fanou” os collants a este verdadeiro pinga-amores loiro arruivado com pala no olho direito… 
...ou se foi sequer uma Musa…

Certo-certo é que ele acabou em pêlo... de bunda ao léu… coitado do rapaz... que ficou assim durante o dia e com o calor que faz ainda apanha um escaldão. Não fosse o livro Os Lusíadas ser bem grande e estar à mão, e outras partes teriam também acabado ao descoberto.

Não lhe bastasse já a sua triste sina, ainda apanhou um grupo de Índios que não gostaram nada-nada da concorrência, tratando logo de o afugentar com penas voadoras “assassinas”…

Espero que com o cair da noite a sina deste nosso Camões mude... e ele consiga encontrar um aconchegante poiso… ou uma bela donzela que o console...

Até mais, até lá desejo-vos um Feliz Dia de Camões e de Portugal:


Elisabete, a Borboleta Despenteada

2 comentários:

  1. fantástico como não podia deixar de ser, pois é quem é feito por ti :) muito bom! Muitos parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário, fico feliz que tenhas gostado :) ;)

      Eliminar