quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Diário Gráfico__Graphic Diary


Grandiosas saudações.

Há já muito tempo atrás, houve alguém que me convidou a participar num livro… a participação, essa por sua vez, consistia em que eu dissesse de minha justiça o que era para mim um diário gráfico.

Dei voltas à cabeça, apontei as ideias… escrevi, ilustrei e meti tudo junto, bem juntinho aliás. Digitalizei, tratei e enviei… e depois o tempo passou, e passou, e passou… e continuou a passar… e o livro afinal nunca saiu.
Quer-me parecer que ficou perdido algures no tempo que já passou e não volta… ou numa gaveta… ou noutro sítio qualquer.

Mas lá porque o livro acabou por nunca sair, não quer dizer que o que fiz tenha de ficar igualmente confinado dentro de um dossier, ou dentro de uma pasta do computador… como tal, e porque apesar da inexistência do livro, aquela que seria a minha contribuição continua tão autêntica e válida como na altura, decidi retirar da “masmorra” esse texto ilustrado e partilhá-lo convosco.

O que é então afinal para a minha pessoa um diário gráfico?, bem, isso podem descobrir já-já a seguir na imagem em anexo a seguir ao texto.

E com isto me despeço…

Até mais, até lá desejo-vos excelentes dias…


Elis, a Borboleta Despenteada


2 comentários:

  1. Que lindo texto sobre o diário gráfico!
    Parabéns!
    Gosto MUITO!
    ;) <3
    S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada S.
      És sempre uma querida :) ;)

      Eliminar