segunda-feira, 10 de abril de 2017

Vamos Sonhar com Castelos no Ar | Let's Dreaming about Castles in the Air



Grandiosas saudações.

Mais um trabalho feito por causa do amor que anda no ar…

… e quem já não passou por isso não é verdade?!, cruzam-se olhares, a cabeça parece que fica nas nuvens e o coração acelera qual condutor inebriado por velocidade com o pé “prego-a-fundo” no acelerador… e assim segue, descontrolado e desatinado, pronto a quebrar todos os limites impostos por lei.

Procura-se então desesperadamente o antídoto para toda essa loucura desenfreada, loucura que tanto parece uma loucura de desespero como uma loucura de libertação, o problema é que eventualmente o antídoto é simultaneamente a cura e a causa do mal, ou não fosse o Amor em si, casualmente, uma verdadeira contradição.
                         
Mas melhor que amar é amar correspondendo e sendo-se correspondido… é isso o que desejo de todo o coração a este casal – que continuem a amar-se não só hoje mas sim para todo o sempre, sendo esse “para todo o sempre” uma harmoniosa e eterna correspondência cíclica de amor pleno e sincero.

Para terminar, deixo-vos alguns dos estudos que estiveram na base da criação desta ilustração… a ilustração que inicialmente estava para ser a versão final, mas, que acabou por ter de sofrer mudanças de última hora na cor da camisa de alguém… a versão final com a cor da camisa correcta… e… a foto da referida ilustração antes de ter seguido viagem.
Espero que gostem :)

Até mais, até lá, desejo-vos como sempre tudo de mágico:


Elisabete, a Borboleta Despenteada






4 comentários:

  1. Viva o amor!!!!!!
    Muito bonita a ilustração!
    E muito amor para o casal!
    S

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada S.
      E sim, viva ao amor...
      ... que haja montanhas de amor e mais amor tanto para o casal em questão... como para ti... e/ou para mim :) ... ou para quem mais o merecer :) :D

      Eliminar
  2. Amor para todos parece-me muito bem!
    :D :D <3 <3

    ResponderEliminar