terça-feira, 2 de abril de 2019

Dia Internacional do Livro Infantil | International Children's Book Day | Journée Internationale du Livre pour Enfants | Internationaler Kinderbuchtag | Международный день детской книги | Día Internacional del Libro Infantil | Giornata Internazionale del Libro per Bambini | Maalinta Caruurta Caalamiga Ah | วันหนังสือเด็กนานาชาติ | 國際兒童讀書日 | Internationale kinderboeken dag | 国際児童書デー | Nemzetközi Gyermekkönyvnap



Grandiosas saudações.

O Dia Internacional do Livro Infantil celebra-se há 52 anos. A primeira vez que se comemorou este dia foi a 2 de Abril de 1967, e desde então, em homenagem ao escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, por este ter nascido a 2 de Abril e ser autor de diversas histórias e contos de fadas para crianças, todos os anos se comemora nesta data o Dia Internacional do Livro Infantil.

Há pois que celebrar e relembrar o quão importantes são os livros para educar e estimular crianças... e adultos. 
E falo aqui do livro no seu verdadeiro todo, sendo que o seu verdadeiro todo é tudo aquilo que o compõe… escrita e ilustração… sim, falo tanto da história falada ou lida, como da história complementar ou paralela das imagens… sim, a ilustração pode ser ambas, seja de forma isolada ou em simultâneo, porque a ilustração ao contrário do que muita gente pensa, não é decoração de páginas ou floreado para textos, mas sim - catapulta para o imaginário de todos/as, independentemente de saberem, ou não, ler.

A ilustração é a forma mais imediata que o leitor/a tem ao seu alcance para contracenar, entender, divagar, ou simplesmente, se embrenhar na história. Porque se a escrita é o corpo físico, a ilustração é a alma.

Celebremos então este dia 2 de Abril com uma boa história, seja ela escrita, ilustrada... ou escrita e ilustrada... e seja ela real ou ficcional, porque uma boa história é sempre o rastilho perfeito para acender a nossa centelha humana, dar alicerces mais sólidos ao futuro… e asas mais ligeiras para viajar num estalar de dedos até ao mundo imaginado.

Por fim, mas não menos importante, realço o importante papel do Design, pois compete a ele respeitar e harmonizar ambas as partes (escrita e ilustração), para que escrita e ilustração possam coabitar no mesmo espaço de forma a valorizarem-se, e não, a anularem-se mutuamente. Um bom design enaltece as virtudes respeitando sempre a natureza da ilustração e do texto, um mau design mutila e destrói… daí ser tão importante para a valorização do livro - que se faça um Bom Design Editorial.

E assim me despeço… até mais, até lá já sabem, fiquem bem e muito inspirados/as, se possível, com um belo livro perto de vós :) ;)

Elisabete, a Borboleta Despenteada

2 comentários: